Seguidores

domingo, 19 de setembro de 2010

Ainda



Desisti de saber o porquê de tua partida.
E cerrando-me os olhos, sonhei
Com um rosto aberto de paixão.
Que o frescor da tarde e o hálito do vento
Possam te fazer respirar de flores.
Estas que nutrem as ilusões da vida
E povoam os corações amantes
De íntimo ardor profundo.
Ante essas mesmas flores me encontro,
Colhendo ilusões de tua volta.

6 comentários:

Vozes de Minha Alma disse...

"Quanta dor, quanta nostalgia...
Quanto amor puro, vertido de teu coração
Por que teve que terminar assim?
Ainda guardo as lembranças
Elas são minhas companheiras
Mas quero deixa-las
E voltar para ti..."

BOM DIA NOBRE AMIGA, QUERO DESEJAR O MAIS BELO DOMINGO E QUE TUA SEMANA SE INICIE NA PAZ E NAS BENÇÃOS CELESTIAIS.
BJS.

Sônia Silvino disse...

Oi, querida!
Vim deixar um beijinho e desejar uma linda semana!

José Ramón disse...

Gracias por su amable comentario que pase una buena semana
Saludos de José Ramón

JUAN FUENTES disse...

Muchas gracias por ver mi blog,si tu
quieres puedes enlazarlo

Saludo

JUAN FUENTES disse...

Tienes alma de poeta y amas la naturaleza y la vida te sale a borbotoner por tus escritos

Emmanuel Almeida disse...

No retorno o perfume que enebria a vida, sem fim! Bom dia, Poeta!